Macau

 

Macau é uma cidade multicultural, com 29,2 km² de área e população de 560 mil habitantes. São cerca de 94% chineses e 6% de descendentes de portugueses e outros grupos asiáticos. Em chinês, a Cidade é chamada de Aomen, que pode ser entendido como "porta da baía". Em português, o nome deriva de um antigo templo local, dedicado à deusa A-Má, chamado de "A-Ma Gao", em cantonense. Em português, era referido como Amacao, que se tornou Macao e depois Macau.

Localiza-se a oeste do delta do Rio das Pérolas, sudeste da China, adjacente à província de Guangdong. Inclui a península de Macau, as ilhas de Taipa e de Coloane.

A Cidade ainda guarda muito da cultura portuguesa, como na arquitetura e culinária. Junto com o chinês, o português é uma língua oficial em Macau, apesar de pouco falada. Nos últimos anos, Macau vem desfrutando de elevado crescimento econômico, devido à expansão do turismo. É o único lugar na China onde cassinos são permitidos.

 

 

China

 

Ruínas da Catedral de São Paulo, construída pelos jesuítas em 1602, junto ao colégio jesuíta de São Paulo. Depois da expulsão dos jesuítas, o colégio foi transformado em quartel. Um incêndio em 1835, destruiu a igreja, deixando apenas a magnífica fachada de pedra, esculpida entre 1620-27. O trabalho de restauração foi iniciado em 1990, adicionando um pequeno museu no local.

 

 

 

História de Macau

Inicialmente a península de Macau era habitada por pescadores vindos das províncias de Fujien e Guangdong (Cantão).

No início do século 16, os portugueses dominaram o comércio no Oceano Índico. Estabeleceram domínios na Índia e entrepostos comerciais no Sudeste Asiático, como em Malaca e nas Molucas. Chegaram em Macau, pela primeira vez, em 1513. Nos anos 1550, estabeleceram um entreposto comercial, em acordo com o Império Chinês. Os jesuítas chegaram em Macau, ainda no século 16, para difundir a fé cristã. Fundaram o Colégio de São Paulo, considerada a primeira escola de cultura ocidental no Extremo Oriente. Macau foi o primeiro domínio europeu na China. No século 17, os portugueses já governavam a Cidade.

Depois de fundação de Hong Kong, no século 19, pelos britânicos, Macau perdeu muito de sua importância comercial.

Um acordo assinado entre Portugal e a China, em 1987, estabeleceu os passos para a devolução das terras em 1999, transformando-a em uma região administrativa especial da China. Neste acordo definiu-se que o socialismo não seria aplicado em Macau e que a região teria elevado grau de autonomia durante os próximos 50 anos, exceto nas questões de política externa.

Mais: História da China

 

Hong Kong Macau mapa antigo

 

Cassino

 

Mapa de Macau

 

Vista aérea de Macau (macautourism.gov.mo)

 

Largo do Senado. Prédios históricos com arquitetura colonial (macautourism.gov.mo).

 

Goa

 

Mapa Macau

 

O Grand Lisboa, um dos vários cassinos em Macau.

 

 

Turismo China

 

Bandeira Macau

 

Ruinas

 

 

Hong Kong

 

 

 

Arquitetura portugusa

 

 

Copyright © Guia Geográfico China

 

China turismo

 

 

 

Macau

 

 

 

 

 

 

 

 

Divulgação